quarta-feira, dezembro 05, 2007

Vazio

1: Dá pra encher o vazio com música?
2: Nem sempre, algumas ajudam a esvaziar ainda mais.

1: E com filme, dá?
2: Durante duas horas, até dá. Mas e depois?

1: Hum. De repente um telefonema faz melhorar.
2: Depende da voz da pessoa do outro lado da linha.

1: Um e-mail, talvez?
2: De tantos que se recebe por dia, poucos se salvam.

1: Mas umas cervejas conseguem encher o vazio.
2: Conseguem. Mas se você exagerar, faz besteira. E o vazio só piora.

1: O vazio dói.
2: Eu sei, choro todo dia por ele.

1: Até há pouco tempo eu não o sentia.
2: É claro, estava preenchido de ilusão.

1: Não tenho mais idade pra ilusões.
2: Por isso estamos vazios.

1: E o que fazemos, então?
2: Vamos fingir que o vazio não existe.

1: Agora?
2: Sim. Um, dois, três e... Já!

7 comentários:

Alex disse...

Adorei, Babi!!!!!!!
Muito bom mesmo!!!!!

B. disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Anônimo disse...

...

introspective disse...

tenho a receita para acabar com o vazio, babe. dirija-se à Rua General Urquiza, no Leblon. entre no Fellini e corte um pedaço generoso de torta alemã. cubra com uma dose extra da calda de chocolate quente caseira deles. coma bem devagar, e vc sentirá seu vazio ir desaparecendo, até vc se sentir totalmente plena! é infalível, pode confiar!

Edu disse...

Não tenho mais idade pra ilusões.
"Ema, ema, ema, cada um com..."

Cris* disse...

e depois do Já, o que veio?
conseguiram acabar com o vazio?

Valentino disse...

ótimo texto, parabens

realmente arquitemos nossas vidas de Ilusões e uma certa fase da vida nos damos conta de que se aquilo que foi projetado não se concretizou, dai vem o vazio...

há também aqueles que por capricho preferem acreditar que estão SUPERcompletos e se sente vaizio apenas quando a garrafa de coca-cola chega ao final... triste, mas acho que eles vivem melhor do que quem prefere enchergar a verdade, pois sofrem e tentam a todo custo entender a maldita raça humana!

não me mandem e mail por este que aparecerá aqui, pois não tenho a senha.

se quiserem me achar

www.zebatalha.blogspot.com

bem inferior ao "não clique", porém ali tem alguns devaneios de uma mente inquieta.

abraços