segunda-feira, junho 02, 2008

Bobagens de segunda

De volta ao maravilhoso mundo das kombis, lugar que me dá tanta alegria (???) e sempre histórias pitorescas para contar. A de hoje aconteceu semana passada. Sentou do meu lado um rapaz de uns 20 anos, mais ou menos. Segurava uma certidão de nascimento novinha em folha. Era do filho dele. O nome do bebê: Kayck. Tive pena do pobrezinho, tão pequeno e com um nome tão cafona. Revirando os olhos um pouco mais, consegui ler o nome dos pais de criança: Gilliard e Ruanny. Deus meu! Agora compreende-se porque eles quiseram deixar esse legado para o filho. É uma tradição familiar. Comprovei a teoria ao ver como se chamavam os avós paternos: Gilmar e Gilvanice. Uma dupla sertaneja, provavelmente.

Fiquei rindo sozinha pensando nas festas de aniversário dessa família. Imaginem na hora do rá-tim-bum: Ruuu-âaa-niii! Ou então: Gili-ár-diiii! Mas a campeã com certeza é a vovó: Gil-va-ni-ciiiii! Meu sonho ir no aniversário de Gilvanice. Deve ser incrível gritar o nome dela bem alto e em separação de sílabas!

Ok, podem dizer. Vou pro inferno.

8 comentários:

Tamba disse...

Báááár-ba-ra! Báááár-ba-ra! Báááár-ba-ra! Báááár-ba-ra!

Paulinho disse...

Vai pro inferno, sim. Mas acompanhada por um monte de amigos. :-)

Beijo grande!

Conteúdo disse...

Hhuauahuahua! Adorei! Se bem que, comparado com os nomes dos pais e os avós, Kayck nem soa tão estranho assim. ;-)

Anônimo disse...

Cruzes....que exxcrota, vamos todos morrer queimados no fogo das B. huahuhauhauhauh

de Gilliardi de sulacap para Ruanny(+++) de Belford Roxo...gatinha...você é a flor que faltava no meu jardim....pensei que vc tivesse se machucado...mas hj tive a certeza, vc caiu do céu...Ru, te espero em casa depois do Fantárrtico, seu homem Gi

FreakShowBusiness disse...

Vai pro céu, por nos fazer rir tanto! Adorei!

E sobre seus comentários no meu blog, dei boas risadas também. Gosto de você ácida.

Flávia disse...

Sensacional!

Mariana Valle disse...

Vai pro céu ou pro inferno, não importa, vai numa kombi com seus amigos/leitores que são fãs de sua acidez e compartilham dela, apesar de nem sempre terem coragem de se expressar tão sinceramente. Por isso torno a te dizer: não pare de escrever, baby, aqui sim podemos ser felizes sem hipocrisia!

Bjs, Poppins.

cassandra disse...

ahahahahahahaha sensacional!