quarta-feira, setembro 27, 2006

Refresh da vida

Arrumar o quarto significa muito mais do que ajeitar algumas coisas e jogar outras fora. É quase um "refresh" da vida, é quando você se livra de antigos fantasmas, se desapega de coisas que sempre foram desnecessárias, mas só agora se deu conta. Meu quarto é rearrumado de tempos em tempos - segundo minha mãe, esta arrumação deveria ser mais freqüente. Talvez ela esteja certa. Talvez se eu arrumasse o quarto mais vezes, arrumaria também meus pensamentos. Se o lugar onde você dorme é um caos, provavelmente sua mente é um caos.

Outro dia parei para pensar na questão do desapego. Quando era mais nova, não queria jogar fora as provas do colégio. Ficava triste quando minha mãe dizia que eu deveria escolher só algumas para a posteridade, porque o resto iria para o lixo. Quase chorava na hora de selecionar as felizardas. Cada uma significava algo para mim: uma professora de quem eu gostava, uma questão que levou parabéns. Mas foi só o tempo passar para tudo isso sofrer do mal (ou bem) do desapego. Ao entrar na faculdade, queria jogar toda a papelada do colégio fora. Aí quem ficou com pena foi minha mãe. Ela não conseguiu se desapegar da minha infância.

Agora, neste momento, meu quarto está lá. Pseudoarrumado, com quilos de coisas escondidas nos armários. Coisas que já foram muito importantes um dia, mas que hoje só ocupam espaço. Já me libertei de muitas delas, falta só tempo e paciência para jogar tudo fora. São trabalhos da faculdade, cartas de amigos que não existem mais. Não, não vou jogar fora as cartas. Pra ser sincera, sempre me emociono quando as leio. Além disso, daqui a 10, 20 anos, quando eu quiser arrumar meu armário, não vou encontrar as cartas dos amigos de hoje. Elas estão no computador.

Aliás... Preciso organizar meu HD.

3 comentários:

karen disse...

Amei esse post. Amo vc. Também arrumei meu armário essa semana e estou me sentindo o máximo.
beijo
Karen

nat disse...

Enfim, amei o post! E passo mal só de saber que um dia ainda tenho que perder um tempo fazendo backup

A fase do armário já foi. Ele tava um caos, minha mãe me deu um dead line, como não movi uma palha ela tirou tudo lá de dentro e espalhou pelo quarto. Tive que dormir na casa da minha irmã esse dia. no seguinte fui obrigada a arrumar pra guardar tudo de volta. Pra amenizar meu trabalho dei muita roupa e joguei muita coisa fora, sem apegos. Tb não fico feliz com isso, mas fico pior ainda com falta de espaço e tralhas pra eu organizar...

Samuel Tonin disse...

preciso dar uma arrumada tb na casa. e olha que tô lá ha pouquissimo tempo. mudar de casa ajuda muito nisso. na mudança muitas coisas ficam pra trás e se perdem. mas a expectativa das novas que virão ajudam muito nesse desapego.