sexta-feira, setembro 15, 2006

Vapor barato

Pensamentos evaporam como poça d'água em dia quente. Aparecem nas piores horas - no ônibus, na hora de dormir. Aí você pensa, pensa que é uma beleza. Coisas lindas, poéticas, profundíssimas. Se acha gênio e o cacete. Mas como aparecem nos momentos impróprios, você sempre deixa pra escrever depois. "Amanhã, quando eu acordar". Porra nenhuma. Você pode até tentar, no dia seguinte, colocar no papel todas as maravilhas que fluíram do seu cérebro horas antes. Mas é tarde demais, elas já evaporaram. Contente-se com as frivolidades.

Um comentário:

ronaldo disse...

Os pensamentos não somem. Você é que não sabe, ainda, como reencontrá-los. Basta parar de procurar. Eles reaparecem, tranqüilos e calmos.